Empresa Equipe Serviços e Obras Equipamentos Consultoria Contato Localização
Ponteiras Filtrantes
Poços Profundos com Injetores
Poços Profundos com Bomba Submersa
Drenos Horizontais Profundos a Vácuo
Galeria de Fotos
 Home
 Rebaixamento de Lençol Freático

Poços Profundos com Injetores

Linha 2 - Metrô - São Paulo - SP

METODOLOGIA

RELAÇÃO DE OBRAS EXECUTADAS

Metodologia

Rebaixamento por Poços Injetores ou Ejetores

Definição
O Rebaixamento por Poços Injetores ou Ejetores é um sistema para se retirar a água do subsolo de forma induzida, portanto não-gravitacional, através de poços com diâmetros pequenos.
Por este sistema, força-se a circulação da água através de um bocal, previamente conformado para reproduzir um tubo do tipo Venturi, chamado injetor. O sistema funciona como um circuito semi-fechado, no qual a água é impulsionada por uma bomba centrífuga, através de uma tubulação horizontal geral de injeção. Esta tubulação dispõe de saídas para os poços individuais, que por meio de tubos para injeção em PVC de 25 ou 32 mm, levam a água até o injetor, posicionado no fundo do poço. A água inicialmente injetada, após a passagem pelo injetor, é acrescida da água aspirada, que sobe, por tubo de retorno de 32 ou 40 mm, até a superfície e daí segue, pela tubulação geral coletora horizontal, para o tubo de descarga acoplado à caixa d'água.

Método Construtivo
Os Poços Injetores são perfurados com diâmetros de 200 a 300 mm, com espaçamentos entre eles de 3 a 10 m. Em geral, os poços são executados por perfuratrizes, que empregam circulação direta.
Dependendo da estabilidade da parede, o furo pode ser revestido, ou não. A circulação direta se dá pela injeção da água através do interior do tubo de revestimento provisório, em cuja extremidade existe uma sapata de perfuração, que tem como finalidade desagregar o solo. Após circular pela sapata de perfuração, a água sobe pelo espaço compreendido entre a face externa do revestimento e a parede do furo, transportando o material desagregado.
Após a perfuração dos poços, é colocado, no interior do furo, um tubo metálico com diâmetro entre 100 e 150 mm. Este possui um trecho dotado de ranhuras, envolto em tela em sua extremidade inferior, denominado de tubo-filtro.
O espaço anelar compreendido entre o tubo e o revestimento é preenchido com o pré filtro. Este é composto de areia ou pedrisco com granulometria apropriada, colocado à medida que o revestimento é retirado do furo. Na extremidade superior do poço, é colocado um selo, usando-se solo-cimento ou bentonita.
A abertura das ranhuras e da tela não deve permitir a passagem do pré-filtro. A parte lisa do tubo é denominada de revestimento do poço. É possível optar-se por tubo de PVC geomecânico que já possui ranhuras verticais e horizontais no trecho do filtro, dispensando as telas.
Após a conclusão destas operações, os tubos injetores e coletores verticais são colocados no interior dos poços. A seguir são conectados aos tubos horizontais, coletores e de injeção, os quais tem dimensão de 100 ou 150 mm.
A instalação é complementada com o acoplamento da bomba centrífuga de 15 HP ao tubo de injeção, que promoverá a circulação forçada da água no circuito. Para evitar interrupções no processo de bombeamento, pode-se ter bomba de reserva, ou se avaliar préviamente o risco pela eventual repentina paralisação do sistema.
A vantagem do Rebaixamento por Poços Injetores está na possibilidade de se rebaixar o lençol d'água a grandes profundidades apenas com a disposição linear de poços ao redor da área escavada. Além disso, o injetor faz a sucção do ar e da água sem que haja uma perda apreciável de eficiência, introduzindo assim um vácuo parcial no filtro. Cada bomba opera usualmente cerca de 6 destes poços.

Relação de obras executadas

Cliente:
Empreendimento:
Local:
Serviços:
Período:
Espora Energética S.A.
Usina Hidrelétrica de Espora
Municípios de Aporé e Serranópolis - GO
Rebaixamento de lençol freático através de bombas submersas.
Dezembro de 2004 - em andamento

Cliente:
Empreendimento:

Local:
Serviços:
Período:

Construtora Andrade Gutierrez S.A.
Metrô de São Paulo - Trecho entre a Estação Paraíso e a Estação Klabin
São Paulo SP.
Rebaixamento de lençol freático.
Abril de 2004 - em andamento

Cliente:
Empreendimento:

Local:
Serviços:

Período:

CBPO Engenharia Ltda.
Metrô de São Paulo - Trecho entre a Estação Ana Rosa e a Estação Oratório.
São Paulo - SP
Rebaixamento de lençol freático através de instalação de ponteiras filtrantes.
Julho de 2004 - em andamento

Cliente:
Empreendimento:
Local:
Serviços:
Período:
Construtora Norberto Odebrecht S.A.
Túnel da Avenida Aquidabã
Campinas - SP.
Rebaixamento de lençol freático.
1987 - em andamento

Cliente:
Empreendimento:
Local:
Serviços:

Período:

Sinco Sociedade, Incorporadora e Construtora Ltda.
Av.Macuco 578/586
São Paulo - SP
Rebaixamento de lençol freático através da instalação de ponteiras filtrantes.
Fevereiro de 2003

Cliente:
Empreendimento:
Local:
Serviços:


Período:

CSD - Geoclock Geologia e Engenharia Ambiental Ltda.
BASF
São Caetano do Sul - SP
Rebaixamento de lençol freático através da instalação de ponteiras filtrantes a vácuo, para projeto de remediação de uma área contaminada no terreno da empresa.
Junho de 2002 a Dezembro de 2002

Cliente:
Empreendimento:
Local:
Serviços:

Período:

Consórcio CNO - Carioca Christiani Nielsen
Praia da Enseada
Guarujá - SP.
Rebaixamento de lençol freático através da instalação de ponteiras filtrantes.
Maio de 1998 a Dezembro de 1998

Página Principal Mapa do Site Política do Site Topo da página  

Rua Iris Meinberg, 680 - CEP: 06705-150 - V. Jovina - Cotia - SP - Brasil - Tel.: 55 (11) 4615 6199
Rua Pais Leme, 215 - conj 2210 - CEP 05424-150 - Pinheiros - SP - Brasil - Tel.: 55 (11) 3663 5772